A gente morre e fica tudo aí, os planos a longo prazo e as tarefas de casa, as dívidas com o banco, as parcelas do carro novo que a gente comprou pra ter status. A gente morre sem sequer guardar as comidas na geladeira, tudo apodrece, a roupa fica no varal. A gente morre, se dissolve e... Continuar Lendo →

Carta de Amor

Não mexe comigo, que eu não ando só Eu não ando só, que eu não ando só Não mexe não! Não mexe comigo, que eu não ando só Eu não ando só, que eu não ando só Eu tenho Zumbi, Besouro, o chefe dos tupis Sou Tupinambá, tenho os erês, caboclo boiadeiro Mãos de cura,... Continuar Lendo →

Site no WordPress.com.

Acima ↑